Quarto sobrando em casa? Conheça vantagens e desvantagens de alugá-lo

 em blog, Dicas

No texto de hoje, a MEUIMO vai te mostrar como aquele quarto vazio na sua casa pode gerar uma renda extra, e ainda vai te dar dicas de como evitar problemas com o seu novo hóspede.

 

Em tempos de crise, alugar um quarto que está vazio na sua casa pode ser muito vantajoso, à medida que gera um dinheiro extra muito bem-vindo, que ajuda a pagar as despesas mensais com o próprio imóvel, dentre outros gastos. Entretanto, é crucial ter planejamento e informações prévias para evitar possíveis estresses. É preciso saber quem é a pessoa que você colocará dentro de casa. Da onde ela vem, o que ela faz, quais são seus hábitos. O quarto extra é muito utilizado como aluguel para viajantes ou por temporada, mas pode ser alugado para qualquer situação.

 

Planejamento necessário e Vantagens

 

Uma das vantagens de alugar o quarto é a rapidez. A venda ou locação de imóveis não é tão rápida quanto o aluguel de quartos. Alocando um cômodo, o proprietário pode ter um retorno bem mais rápido do que nos formatos tradicionais. Isso porque ele pode fazer contratos menores com os inquilinos, o que também pode facilitar uma eventual venda do imóvel no futuro.

 

Segundo a empresa Airbnb, os quartos privativos representam 27% dos anúncios em sua plataforma no Brasil, enquanto os compartilhados possuem 2% do total. Segundo a empresa, o proprietário deve deixar as regras muito claras para o locatário. É recomendável determinar horários de chegada e de saída, como será o uso da cozinha, se a presença de animais é permitida. Porém, conversar para alinhar as expectativas e necessidades das duas partes é essencial para que se evite possíveis problemas entre os negociantes.

 

O proprietário também deve se lembrar que, antes de anunciar o aluguel de um quarto, ele deve confirmar em seu condomínio e/ou no contrato de aluguel se é possível fazer a sublocação dos quartos.
Houve também uma mudança no público que aluga quartos. No passado, a grande maioria das pessoas que alugavam eram jovens estudantes/universitários. Hoje em dia, viver em um quarto alugado virou um estilo de vida. Vemos desde empreendedores e jovens profissionais até idosos aderindo à essa modalidade de moradia.

 

O valor médio cobrado por quarto em cidades grandes costuma ser de uns R$ 700,00 mensais, até mais ou menos R$ 2 mil. Além do abrigo em si, o anfitrião deve oferecer uma casa mobiliada, com itens básicos para uma moradia, como geladeira, fogão, máquina de lavar, cama, talheres, entre outros. Porém, quanto mais montado o apartamento estiver, mais o anfitrião poderá cobrar.

 

Desvantagens

 

A falta de garantias iguais às do mercado de aluguéis tradicional e o risco das pessoas não se darem bem morando juntas são dois dos principais empecilhos que o aluguel de quartos pode gerar.
Dessa forma, é recomendável que não se faça muita burocracia para rescindir um contrato e se utilize caução como forma de garantia, em vez de fiadores ou seguro-fiança. Caso uma pessoa não se adapte, o melhor a se fazer é trocar de hóspede, e não ficar preso à questões jurídicas.

 

Mesmo sem ser obrigatório, o ideal é formalizar um contrato. Ainda não existe uma regularização correta para essa modalidade de aluguel. Porém, é aconselhável definir em um documento as regras da casa e de conivência, benefícios da moradia, valores da locação e possíveis garantias.

 

Veja algumas dicas para anunciar um cômodo:

 

Anúncio

 

Ao criar seu anúncio, lembre-se de colocar todas as características do espaço. Explicite, por exemplo, se pode ou não usar a cozinha, quais são os utensílios disponíveis, se há conexão à internet e, é claro, as regras gerais da casa.

 

Avise ao síndico

 

No Brasil, a atividade de locação realizada entre anfitriões e hóspedes é o aluguel por temporada, previsto e regulamentado pela Lei do Inquilinato. O proprietário do imóvel usufrui de seu livre direito de propriedade para compartilhar sua casa.

 

Expectativas do público

 

O importante é que o espaço esteja limpo e seja igual ao que você descreveu no anúncio, afinal, as pessoas desejam que suas expectativas sejam atendidas. Cada locatário valoriza um item diferente, mas itens de higiene para o banho (shampoo e sabonete) ou mesmo uma lista de dicas de locais para comer e se divertir são um diferencial, principalmente se seu inquilino estiver apenas à passeio pela cidade. Segundo Leonardo Tristão, diretor-geral do Airbnb no Brasil, um ambiente bem equipado valoriza o imóvel e aumenta a chance de atrair mais inquilinos, sejam eles viajantes ou moradores.

 

Fonte: https://revista.zapimoveis.com.br/quarto-sobrando/

Posts Recomendados